EUR

O banco central na Europa é designado por Banco Central Europeu (BCE). Atualmente, 17 estados membros da UE adotaram o Euro. É a segunda moeda mais transacionada no mercado forex, após o Dólar Amerciano, e também uma das maiores reservas de divisa globais. Outro nomes comuns incluem Yoyo (Irlandês Inglês), Leru (Espanhol), e Ege (Finlandês).

Introdução do Euro

A 1 de janeiro de 1999, o Euro (EUR) foi introduzido como uma moeda de conta, substituindo a Unidade de Moeda Europeia na paridade. A Unidade de Moeda Europeia era um cesto teórico de moedas, ao invés de ser uma moeda física em e por si própria. Inicialmente, foram onze os países na União Monetária e Económica Europeia que substituiram as suas moedas pelo Euro: Áustria, Bélgica, Finlândia, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Holanda, Portugal e Espanha. A Grécia seguiu o exemplo em 2001, a Eslovénia em 2007, Malta e Chipre em 2008 e a Eslováquia em 2009. Em 1 de janeiro de 2014, os lats letões também foram substituídos pelo Euro.

Utilização do Euro fora da UE

Uma série de estados soberanos, que não fazem parte da União Europeia têm desde então adotado o Euro, incluindo o Principado de Andorra, o Principado do Monaco, a República de San Marino e a Cidade do Vaticano. O Euro também é utilizado em muitos territórios, departamentos, e estados soberanos de países da zona Euro, tais como os Açores, Ilhas Baleares, as Ilhas Canárias, Ilha Europa, Guiana Francesa, Guadalupe, Juan de Nova, Ilhas da Madeira, Martinica, Mayotte, Ilha da Reunião, Saint-Martin, Saint Pierre e Miquelon, só para enumerar alguns. O Euro é utilizado como divisa comercial em Cuba, Coreia do Norte e Síria e várias moedas estão indexadas ao Euro.